A educação para o luxo

“É necessário educar o brasileiro para o consumo de luxo”

Li esta frase e precisei citar sem contextualizar, sem dar a fonte e sem dar satisfação – é feio, eu sei, mas é que li esta frase:

“É necessário educar o brasileiro para o consumo de luxo”

e fiquei pensando sobre o brasileiro, este forte, que ora amarra ao poste ora é amarrado,

“É necessário educar o brasileiro para o consumo de luxo”

pensei, enfim, que de todas as coisas que se diz serem necessárias fazer com ou para o brasileiro

“É necessário educar o brasileiro para o consumo de luxo”

necessário dar-lhe dinheiro, dar-lhe peixes, ensiná-lo a pescar, ensiná-lo a votar

“É necessário educar o brasileiro para o consumo de luxo”

ensinar o brasileiro a consumir o luxo

“É necessário educar o brasileiro para o consumo de luxo”

ou ensinar o brasileiro a consumir luxuosamente (é possível consumir pão com mortadela exalando chiquê?)

“É necessário educar o brasileiro para o consumo de luxo”

a educação para o luxo é das propostas pedagógicas mais relevantes para se compreender o Brasil

“É necessário educar o brasileiro para o consumo de luxo”

porque depois do luxo consumido não precisaremos de nada

quem precisa de ar e água e pão com mortadela quando se pode

consumir o luxo

consumir com luxo

educar para o consumo

educar para o luxo

necessário o luxo

necessário o consumo

necessário o brasileiro?

Anúncios

6 comentários sobre “A educação para o luxo

  1. Adorei o texto meio crônica, meio poesia. Mas mata minha curiosidade, vai. Quem disse isso?
    Abs,
    Fernanda.

  2. Eu li esta matéria. Se não me engano, foi na globo.com. Era algum empresário comentando que o consumo de luxo do Brasil é igual ao da Classe C. Bastava logomarcas gigantes para atrair o consumo… Muito bom o post.

Os comentários estão desativados.