Plano de Metas 2014

Pareço de esquerda mas fiz um Plano de Metas 2014 semelhante ao célebre Plano Mão Aberta do FHC de vinte anos atrás, aquele com cinco itens. Naturalmente, o plano do FHC era muito melhor do que esse meu de agora, pois contava com a belíssima trilha sonora do Dominguinhos – se bem que nada lhe impede de cantarolar a melodia de Lamento Sertanejo enquanto você lê meus cinco objetivos para 2014: 

COMER MAIS CARNE – o que, na prática, significa aprender a preparar carnes. Nem bife eu sei fritar, e boas almas já me disseram que é só pôr o bife na frigideira de um lado, pá, virar o bife do outro, pum, e pimba, tá pronto – e tudo bem, pronto até vai estar, mas ninguém quer comer um bife que esteja apenas pronto, o que todo mundo quer é comer um bife que esteja bom. Meus bifes nunca ficaram suculentos e por isso nunca me aventurei a preparar nenhuma outra carne exceto carne moída, mas carne moída é toda uma outra categoria de alimento – ela está para as demais carnes assim como o sabor morango da bolacha recheada está para o morango. Mas do ano que vem essa incompetência não passa: 2014 será o Ano de Todas as Carnes.

FAZER BOMBAS DE CHOCOLATE – Não tenho nenhuma lembrança culinária da minha mãe, o que quer dizer que só me resta construir uma eu mesma. Me disseram que ela fazia bombas de chocolate deliciosas e acho que já passou da hora de eu também aprender a fazê-las. Minha avó tinha um tio que desprezava abertamente mulheres que não sabiam fazer torresmo. Para ele, esse era um critério básico a ser preenchido por qualquer mulher que se pretendesse adulta – sobre as mulheres não versadas nas artes suínas, ele dizia “onde já se viu, tamanha mulher e não sabe nem fazer torresmo”. Substitua torresmo por bomba de chocolate e você terá uma ideia aproximada do que tenho pensado a respeito deste doce e de minha incapacidade de fazê-lo. Em 2013, começou a me parecer inconcebível que eu, tamanha mulher, não saiba fazer bombas de chocolate. Em 2014, corrigirei essa minha falha de caráter (mas a fatura de torresmos ficará para outra oportunidade).

LER MENOS – Eu leio o dia inteiro. E quando você passa o dia inteiro lendo, inevitavelmente você lê muita bobagem. Além disso, lê muita coisa que não interessa. Em 2014, em vez de ler aquela reportagem sobre o aumento dos juros, sobre o furacão em terras distantes, sobre a eleição em terras próximas, tentarei dormir. O sono revigora, rejuvenesce e acalenta: já a leitura das palavras “segundo turno” só traz desolação, choro e ranger de dentes.

ASSISTIR MAIS TV – Meta complementar à anterior. Lendo menos, sobra mais tempo para fazer coisas realmente importantes, como acompanhar séries de televisão. As séries de televisão são uma das coisas mais legais da nossa época – eu diria mesmo que só não são melhores do que saneamento básico e água encanada – e acho um desperdício deixar de vê-las só porque (dizem) televisão atrofia o cérebro. Suponhamos que de fato atrofie. Pois eu digo que a atrofia cerebral é um preço barato a se pagar pelo prazer de ver o desenvolvimento de certos roteiros ao longo de episódios e temporadas a fio.

FICAR MENOS GRIPADA – Esta não é propriamente uma meta, é mais um desejo, um fazer-figas, um pai nosso que estais nos céus, abençoado seja iadaiadaiada plmdds não deixe o vírus me pegar. De criança, eu ficava meio borocoxô quando os adultos desejavam “saúde em primeiro lugar” em aniversário e ano novo – saúde, pfff, quem quer saber de saúde, o que eu queria mesmo era amooooor. Hoje, longe de mim desprezar o amor, mas se for possível vivê-lo sem tossir, sem assoar o nariz e sem arder de febre, tanto melhor. Em 2014, se eu passar menos de três meses gripada, já estarei no lucro em relação a este ano.

Para resumir, desejo que o ano novo seja repleto de carnes e chocolates, boas séries de TV e poucas notícias que não levam a nada – e que tudo isso seja desfrutado em plena saúde.

Acho que meu Plano de Metas ficou tão bom que nem me importo se você quiser copiá-lo.

Anúncios

11 comentários sobre “Plano de Metas 2014

  1. A-D-O-R-E-I seu plano de metas! Eu, que não faço um desde a adolescência, me inspirei em escrevê-lo!

  2. Cami!!!!!!
    Adorei o plano de metas :-)
    Não quero copiá-lo, mas-todavia-porém, quero mais do que isso: quero participar um pouquinho dos itens 1, 2 e 4, posso??
    Beijos e saudades!

  3. O meu plano foi mais sintético e foi constituído por item único…
    Quanto ao item 01, meu truque é álcool, cerveja, vinho, cachaça….e por aí vai. Toda carne curte ;-)

  4. Cheguei fazpouco tempo no blog, via o Meu Todo Amarelo, mas já virei fã. Já copiei a retrospectiva (dando créditos, claro), e este plano de metas pareçe tentador agora…

    Te desejo tudo do melhor em 2014, e que apenas isto – o seu melhor – te aconteça. Bjos da nova leitora…

  5. O segredo do bife é a reação de Maillard, o que significa choque térmico inicial. Larga o bife (a carne boa ajuda muito) na frigideira GRITANDO de quente, sem mexer, e vira quando estiver bem marronzinho por baixo. Deve dar um minuto ou dois, isso. Repete do outro lado e depois baixa o fogo até soltar caldinho. Vai ficar tostado por fora, e não vai dar tempo do caldinho interno “se cozinhar todo” pra fora da carne.

    Segredo mesmo é como fazer O SEGUNDO bife a partir da frigideira onde já foi feito o primeiro bife. Isso eu non compreendo como faz…

  6. Nossa, depois de milhares de listas 2014 falando em comer menos chocolate/perder peso/etc, achei ótimo a sua lista incluir os itens 1 e 2! Quanto a ficar menos gripada, eu tinha exatamente o mesmo problema! As amigas inclusive brincavam que era eu pegar um vento que já gripava. O que resolveu pra mim foi tomar 1/2 copo de suco de cranberry todos os dias. Parece aleatório, mas foi minha nutri que me recomendou, tem toda uma explicação fisico-química que eu não sei haha Mas juro que funciona!

    Bom 2014 para você! E boa sorte nas metas ;)

  7. Boa idéia. Eu bem que precisava de uma idéia para voltar ao meu blog, parado por motivo de muita tristeza. Sabe que eu faço bifes fenomenais? De carnes de todos os tipos, todas muito bem feitas e adoraria te guiar nas artes de lidar com as carnes… Mas por hora meu comentário se destina a interferir com teu plano de metas: não abandone a leitura em prol da tv. As séries de tv não fazem bem algum. TV é devoradora de cérebros. Elas danificam cérebros e consciências de forma irreversível. Continue lendo e imaginando seu mundo do jeito que você deseja e deixe a tv de fora da sua vida, o máximo que você conseguir…

    Bom ano novo

  8. Gostei dos teus planos, até agora a lista anos criativa e original que encontrei.
    Também desejo ficar menos resfriada, apesar de minha rinite. Se for pra fazer carne, prefiro ir numa churrascaria. Sou da geração “só sei fazer miojo”.
    Esse ano quero ler mais e ver menos tv, o oposto do teu desejo.
    Que as metas se cumpram, enfim.
    Feliz 2014.

Os comentários estão desativados.