Tire o seu negacionismo do caminho

Há alguns meses, escrevi um texto que foi bastante compartilhado pela internet afora. Depois de dois dias, me vi obrigada a fechar a caixa de comentários – aprendi bem rápido que, depois de certo número de acessos, até o mais modesto blog é visto como grande portal por alguns comentaristas.

Sexta-feira, escrevi outro texto que vem recebendo muitos compartilhamentos. Dois dias depois, novamente me vi obrigada a fechar a caixa de comentários – desta vez, porém, por motivos bem diferentes.
 
Não é só que eu estava recebendo os infames comentaristas de portal (embora isto também, claro) – até aí, eu também estava recebendo comentários ótimos e reflexivos que me emocionaram e me ajudaram a pensar.
 
O problema, desta vez, foi bem outro.
 
O problema foi que, ao aprovar cada (ponderado e educado) comentário de veja-bem-não-é-o-racismo-é-a-pobreza… 
 
cada (sincero e indignado) comentário a defender os brancos pobres do país (um marciano que acompanhasse qualquer discussão sobre racismo no Brasil acreditaria que todos os nossos pobres são loiros de olhos azuis)…
 
cada (articulado e engajado) comentário a argumentar que a decisão da FIFA não tem nada de mais, ué, que saco essa gente que vê racismo em tudo
 
Ao autorizar a publicação de cada comentário desses, eu sentia que, de alguma forma, estava legitimando estas opiniões; conferindo-lhes alguma validade e oferecendo-lhes um lugar (por menor que fosse) no mundo.
 
Foram necessários dois dias de sofrimento para eu me dar conta de que – NÃO, obrigada.
 
Eu decididamente não quero que meu blog seja um espaço para a difusão disso que só posso chamar de LIXO NEGACIONISTA.
 
Aqueles que desejam espalhar seu lixo negacionista pelo mundo certamente terão plenas condições de fazê-lo em seus próprios Feissybuques, almoços de família, livros politicamente incorretos, shows de stand-up comedy e outros espaços semelhantes.
 
No meu blog, não, obrigada.
Anúncios

Um comentário sobre “Tire o seu negacionismo do caminho

  1. Pingback: Tire o seu negacionismo do caminho | BOCA NO TR...

Os comentários estão desativados.