O inglês no mercado

Um anúncio no Facebook pergunta se “meu inglês está pronto para vencer no mercado”.

Imediatamente imaginei um supermercado em dia de sacolão, onde a velocidade máxima dos carrinhos não chega a meio corredor por minuto e onde brasileiros os mais diversos empurram-se sem nenhuma cerimônia na disputa pela batata mais bonita, a verdura mais fresca, o tomate mais firme.

Então, em meio a esses brasileiros todos, imaginei um sisudo homem inglês – o *meu* inglês – disputando as verduras e legumes no mercado.

“Vai lá, meu inglês! Mostra pra eles! Um quilo de mandioquinha, um maço de rabanetes e um pé de alface! Eu sei que você consegue!”

Meu inglês iria de gôndola em gôndola repetindo “excuse me, sir” e “excuse me, mam”, determinado a cumprir minha ordem e vencer no mercado.

Em vão.

O Facebook, tolinho, não sabe que com brasileiro em dia de sacolão não há quem possa.

Aqui no Brasil, felizmente, o inglês – seja ele o meu, o seu ou o nosso – jamais estará pronto para vencer no mercado.

Anúncios

2 comentários sobre “O inglês no mercado

Os comentários estão desativados.