Prova de história, 30/06/2063

Vai ser legal quando, daqui a cinquenta anos, ajudando minha neta a estudar para a prova de história, ela me perguntar:

– Mas, vovó, deixa ver se eu entendi. O Rio de Janeiro estava cheio de polícia na rua impedindo a circulação de pessoas perto do estádio, é isso mesmo?

– É, sim, netinha.

– E essa mesma polícia tava jogando bomba em quem carregava cartaz?

– Isso, querida. E naquela época todo mundo já conseguia ver a polícia jogando bomba em tempo real, não tinha como esconder – no meu tempo, a gente ficava sabendo das notícias através duma coisa chamada internet.

– Internet, que época engraçada devia ser. Mas voltando, a polícia agia assim por determinação duma tal fofa, né?

– Sim, mas não é tão simples assim. O governo também tinha responsabilidade nisso, porque a polícia recebe ordens do governo e o governo foi acatando as determinações da FIFA sem pestanejar – é por isso, também, que as pessoas estavam protestando. Aliás, anota aí: não é fofa, é FIFA.

– Internet, fifa, desculpa, vovó, é muita palavra engraçada pra uma prova só.

– Você tem razão, é engraçado mesmo. Mas qual é a sua dúvida, afinal? Até aqui, parece que você está entendendo tudo direitinho.

– Minha dúvida é a seguinte. Se a polícia tava lá jogando bomba. Impedindo as pessoas de saírem de casa. Ah, e teve outra coisa também: se, dias antes, a polícia matou – quantas foram mesmo? Ah, tá aqui: 13 pessoas…

– Sim, tudo isso tá certo. Quer dizer. Tá errado. Mas tá certo, no sentido de que realmente aconteceu.

– Pois então – se tudo isso realmente aconteceu… Por que é que tinha um monte de gente gritando GOOOL cada vez que o time do Brasil fazia gol?

– …

– Por que, hein, vovó?

– Não sei, minha neta.

– Mas e se cair essa questão na prova, o que é que eu respondo?

– Responde assim: que uma coisa é uma coisa. E outra coisa é outra coisa. E quem tava se importando com outra coisa não tava muito preocupado com aquela coisa toda anterior, a primeira.

– Agora ficou difícil, vovó.

– Eu sei, querida. Mas não se preocupe: o importante é que você está muito bem preparada e vai tirar dez na prova!

Anúncios