Olhaí olhaí freguesia

Venha experimentar essa delícia! É o puro creme do milho verde! Pamonha, pamonha, pamonha… Pamonha fresquinha!…

Oi. Vocês tão me lendo? Que bom. Nada como uma boa pamonha para chamar a atenção dos incautos.

Então, freguesia, seguinte: agora o blog é aqui. Nada mudou: este continua sendo o blog de uma jovem senhora mezzo acadêmica mezzo dona de casa que escreve uns posts metidos a engraçadinhos e uns posts metidos a reflexivos e dramáticos. Vou continuar contando dos meus passeios de metrô pela cidade, da minha busca incessante por música nova e  velha, e… Sobre o que mais eu escrevia no blog mesmo? Não estou conseguindo lembrar, mas não importa: vocês devem saber, e isto basta.

A vida, portanto, segue como dantes; a única diferença é que agora tem que digitar umas letrinhas a mais na barra de endereços — recordarrepetirelaborar.wordpress.com

Os posts antigos eu juro que, em algum dos meus muitos momentos de procrastinação que certamente hão de vir esta semana, vou salvar um a um a partir do feed do Reader. Mas não vai rolar colocá-los aqui, porque até a minha procrastinação tem limites.

Ah sim – por favor divulguem aos amiguinhos que o endereço do blog acaba de mudar. Ou não façam nada e divulguem o endereço novo daqui a umas duas semanas, quando já houver alguns outros textos além deste. Sei lá o que é melhor, marketing pessoal não é exatamente o meu forte.

Outra coisa – alguém pode deixar um comentário neste post, só pra eu ver que cara os comentários têm? Peço esse favor porque eu gostaria de me poupar daquela sensação forever-alone de comentar o próprio texto.

É isso, gente. Desculpa a propaganda enganosa das pamonhas lá em cima. Foi mal mesmo.
Anúncios

25 comentários sobre “Olhaí olhaí freguesia

  1. Aê! Tá bonitinho, não? Principalmente a Lu e o Ricardo, que vieram com fotinha e tudo – e eu, é claro, com meu inigualável biscoitogato \o/

  2. Ah, recomendo com ênfase o vídeo que a Camila Marin lincou – como ninguém nunca pensou nisso antes, etc. E obrigada por não me deixarem forever-alone aqui, seus lindos :*

  3. Só queria dizer que: desculpa aí, periferia, de 6 blogs no blogroll da Camila, um é o meu. Sei que ela deve ter feito alguma coisa errada, mas enquanto não conserta, tô aqui me gabando.

  4. Oi… Testando o comentário, Cami :-)
    Pelo visto tá td ok…
    Nova casinha, então.
    E confesso que quando começou com pamonha eu achei que era um blog novo, de culinária e que a primeira receita era pamonha. Mas era o marketing da pamonha :-))
    Bjos!

  5. Camila, minha querida! Você é demais, sempre me surpreende. E morri de rir com a Lu e como ela, também achei que era algum texto sobre culinária… Você me diverte menina. Te amoooo.

  6. Hahahaha, Deborah e Lu, suas tontona! ;-) Moraleida, respire fundo que mais cedo ou mais cedo ainda hei de abusar dos seus conhecimentos wordpréssicos. Rê, adoro essa sua foto, é uma das primeiras imagens que tenho de você. <3 Amanda, Lu, Solange, que decepção, né. Vieram atrás de pamonha e encontraram só um blog. Pensando bem, é tipo uma metáfora pra vida isso aí. Beijo nas três :* :* :*

  7. Achei justo comentar nesse texto pra dizer que passei quase seis meses achando que você tinha parado de escrever, que o texto sobre gente de humanas era antigo e sabe-deus-como foi circular tanto. E agora, por conta da polêmica da Fernanda Lima, descobri que você estava aqui o tempo todo. Humpf! Mas de alguma forma, foi bom agora descobrir que tinha vários textos pra ler de uma vez. E vc nem sabe quem eu sou, mas gosto da forma como escreves. Abraço.

Os comentários estão desativados.